5 dicas para fazer um Planejamento Financeiro

Empresários em reunião

 

             Se você já leu o nosso artigo sobre “4 dicas para Sair do Vermelho”, você aprendeu algumas dicas simples e valiosas, dentre elas:

  • Acompanhar de perto suas despesas
  • Pesquisar bem antes de comprar
  • Comprar somente o necessário
  • Pagar à vista quando for vantajoso e usar as vantagens do seu cartão de crédito.

        Agora vamos dar seguimento a ideia iniciada naquele artigo, porém com um enfoque diferente: o Planejamento Financeiro. Ah! Lembrando que somente colocando as dicas em prática você vai conseguir conquistar resultados e, provavelmente, um sucesso financeiro mais rápido do que você esperava. No final deste artigo, deixaremos um passo-a-passo já comentado em detalhes no artigo “A importância do Planejamento Financeiro“.

.

.

Planejamento Financeiro: Seja realista

 

 Alvo em um Post it         Coloque os pés no chão! Não trace metas surreais, pois é preferível que você se entusiasme em bater metas menores, porém gradativas, a se frustrar em não conseguir atingir uma meta extremamente desafiadora. Dê um passo de cada vez e à medida em que as coisas forem evoluindo, trace novas metas!

             Não coloque, por exemplo, em seu planejamento financeiro que você receberá duas promoções por ano na sua empresa, sendo que isso não faz parte da sua realidade. Não conte com o improvável!

            Por outro lado, não superestime as rentabilidades de seus investimentos, utilize sempre um cálculo que tenha uma margem de segurança em relação à rentabilidade esperada.

 

Analise seus objetivos mensalmente

 

            É muito importante que o tempo todo você vá analisando seus objetivos para que você tenha certeza de que está no caminho certo. Analise se seus objetivos continuam alinhados com a sua situação atual. Você pode, de repente, precisar alterar os objetivos tanto para mais quanto para menos.

             Além disso, como dito na seção anterior, transforme metas grandes em metas menores. Por exemplo, se o seu plano é juntar R$1200,00 por ano, mude a meta para R$100,00 por mês. No final é a mesma coisa, mas aparenta ser muito mais fácil juntar R$100,00 do que R$1200,00. 

 

Viva de acordo com seu padrão

 

Fusquinha vermelho            O erro da maioria das pessoas é que elas pensam somente no presente, gastam o pouco que sobra em passeios, compras e viagens e se esquecem que elas precisam estar sustentáveis no futuro. Não há nada de errado em usar o dinheiro para o lazer, muito pelo contrário, muitos especialistas recomendam que seja dedicada uma porcentagem dos seus ganhos para isso, desde que esteja previsto no seu planejamento financeiro.

              Pense bem com o que você gasta seu dinheiro, não adianta você ter um carro onde 50% do seu salário é gasto com ele, você acabou comprando um carro que não faz parte do seu padrão de vida, e isto vale para tudo. Você deve viver de acordo com o seu padrão de vida, caso contrário terá pequenos momentos de prazer e passará o resto do mês em apuros. Evite se endividar a qualquer custo.

 

Aumente os ganhos e não os gastos!

 

             Nesse tópico podemos citar também que muitas pessoas que ganham dinheiro durante a vida acabam incorporando muitos gastos, como uma forma de “aumentar o padrão de vida” ou “aumentar a qualidade de vida”. Nem sempre isso é verdade, principalmente se esses gastos são desnecessários e servem apenas para “aumentar o ego”. Muitos especialistas alertam para a importância de aumentar a situação líquida do seu patrimônio, ou seja, não adianta ganhar um aumento de salário e começar a comprar roupas caras, jantar em restaurantes caros, entre outros. Você estará trocando “seis por meia dúzia”. Muitas dessas dicas podem ser encontradas nos livros indicados no artigo “6 livros para Aprimorar sua Educação Financeira”.

 

Esteja sempre atualizado sobre os investimentos

 

           A sua educação financeira é essencial para um futuro próspero, portanto, esteja sempre por dentro de informações sobre o mundo financeiro, assim você estará sempre a par de todas as situações que envolvem o seu investimento. Aproveite a oportunidade para conhecer e saber tudo sobre algumas modalidades de investimento em renda fixa do mercado como:

            Quanto mais cedo você começa a ler sobre investimentos, mais cedo você consegue colocar em prática. Já explicamos no artigo sobre “Juros Compostos: Cartão de Crédito x Investimentos” que o tempo que você investe em algo influenciará e muito nos resultados, ou seja, quando mais cedo você começa a investir maiores serão seus ganhos.

 

Considerações Finais

 

           Para concluir, conforme prometido veja como conquistar um planejamento financeiro pessoal com êxito seguindo estes pequenos passos.

  • Qual o seu objetivo? A partir do momento que você sabe exatamente qual é o seu objetivo, que pode ser desde ingressar em uma faculdade, viajar, casar, comprar um imóvel, acumular patrimônios, juntar dinheiro, garantir uma boa aposentadoria. O importante é que você saiba com exatidão o que está buscando.
  • Quando você quer alcançar o seu objetivo? Estipule uma data que você quer alcançar o seu objetivo, ela deve ser de acordo com o tamanho do seu objetivo, então veja se o que você quer, poderá ser conquistado em 1, 5 ou 10 anos por exemplo. Quando você estipula uma data você evita deslizes com outros supérfluos.
  • Quanto é necessário para você alcançar seu sonho? Para realizar seu sonho será necessário quanto? 10 mil? 20 mil? 100 mil? Você precisa saber exatamente quanto precisa para poder conquista-lo.
  • Como você vai atingir seu objetivo? Analise e defina qual é o investimento mais adequado para o seu projeto, e saiba quais são os meios para conquistá-lo. Listamos nesse artigo alguns investimentos extremamente atraentes e que podem te ajudar muito a atingir seu objetivo.

           Enfim, ninguém disse que seria fácil! Mas também não é tão difícil como você pensava, você só tem que começar a colocar em prática a se mover, sair da zona de conforto. Estamos aqui dispostos a te ajudar, mas sempre com a filosofia de “ensinar a pescar” e não de “fornecer o peixe”.

            Não deixe de comentar a sua opinião e sua experiência caso já siga alguma das dicas, compartilhe também com seus amigos, e volte sempre aqui em busca de um novo conteúdo.

           Até breve!

.

.

Deixe seu comentário com dúvidas, críticas, sugestões e elogios.